Faça uma pergunta »

Estou usando uma versão pirata do Windows

Maio 2015



Que seja Windows PNX, LSD, Orkas, Sweet, Unicornis, Windows Uranium, Windows Titanium, Windows XXL, Windows Coccinelle, Windows XP³ Édition Maître, Windows Yoshi édition, Windows Yoshi Ultimate, Windows XP Catharsis, Windows Trust 3, Gold, Windows XP Pure Power 3, Windows XP Ultimate Edition, Windows XP Disney Edition, Windows XP Crystal, Windows Vista Ultimate par Mad Dog ou simplesmente Windows XP/Vista, ao qual retiramos o processo de ativação do Windows, todas estas versões são o que chamamos de "piratas".


I- Piratear Windows, o que é isso?


Os usuários não devem dizer que eles pirateiam o Windows, mas que eles utilizam uma versão pirata. Os "hackers" partem de um sistema operacional legal, que eles alteram como querem. Freqüentemente, encontramos as seguintes modificações :
  • Remoção ou deturpação dos sistemas anti-hackers.
  • Adição/Remoção de componentes, softwares ou utilitários.
  • Alteração de arquivos do sistema.

II- Por que você não deve utilizar estas versões piratas ?

II-1 Legalidade e sanções :


Pesquisando bem, você verá rapidamente que o Windows LSD, Windows PNX ou várias outras versões com nomes estranhos, não estão disponíveis no site internet da Microsoft. E é óbvio, por que estas versões não são realizadas pela Microsoft, mas "fabricadas" por "hackers", a partir de uma versão legal do Windows !

Contrariamente à opinião popular e ao que certos usuários possam dizer , também não é legal usar uma versão pirata do Windows achando que a licença oficial dele vai funcionar. Mesmo se a Microsoft ganhou muito dinheiro com a venda da sua chave e, sendo o Windows, um programa « proprietário », ninguém tem o direito de mexer ou fazer alterações nele. Certas versões piratas solicitam até a entrada de uma chave de ativação válida mas, neste caso e, apesar disso a utilização do Windows é ilegal.

É óbvio que a Microsoft não vende nenhuma licença para estes sistemas operacionais. Uma licença é válida para um software, apenas. Assim sendo, não é possível utilizar a chave do Windows XP Pro para ativar Windows XP Edição Familial ou, utilizar a licença do Windows XP para ativar uma versão pirata, sem contar que, se ela não foi distribuida pela Microsoft, é ilegal.

Utilizar um sistema operacional derivado da Microsoft Windows é ilegal e pode levar a uma ação penal :

II-2 Apoio :


Com uma versão pirata você não terá muito apoio, seja ela gratuita (os fóruns da internet também devem se submeter às leis) ou paga (Microsoft).

Muitas vezes, as atualizações básicas de segurança serão impossíveis de serem feitas. O sistema de proteção Windows Genuine Advantage (WGA) limitará as atualizações do « Service Pack » (SP não instalável sem uma versão legal) e os serviços da Microsoft (downloads de softwares adicionais ou as atualizações de componentes tais como o Windows Media Player), e te alertará, automaticamente, de que a sua versão é pirata,;mesmo se nenhuma atualização foi instalada.

II-3 Spywares :


Se os arquivos do sistema forem alterados, você corre o risco de infectar o seu computador com malwares, antes mesmo de usá-lo, apenas instalando o sistema !

E, mesmo com uma boa proteção diária (Antivírus + Firewall + atualizações de segurança + Antispyware), pelo simples fato de utilizar uma versão pirata, você corre o risco de ter um spyware totalmente indetectável </ ITAL>, no computador !

Na verdade, alterando os arquivos do sistema (Biblioteca DLL e executáveis de sistemas), fica relativamente fácil para os "hackers" de introduzirem um spyware, que será completamente invisível, já que o funcionamento será considerado como normal pelo sistema de proteção, visto que o spyware tomou o lugar de um arquivo vital do sistema.

As possíveis conseqüências, se um spyware ou um rootkit se encontram em uma versão pirata do Windows são:
  • Utilização, <ital>sem o seu conhecimento, de sua conexão internet e do seu endereço IP (pirataria em outros computadores, difusão de vírus, spams e imagens pedófilas). Se for o seu endereço IP que estiver sendo utilizado, é você que será considerado como responsável.
  • Espionagem de todos os sites visitados, tudo o que for digitado no teclado (inclusive senhas, números de cartão de crédito, nomes, endereços,etc). (Risco de roubo de identidade).
  • Roubo de arquivos do seu disco rígido.
  • Espionagem de sua tela (o hacker pode ver a sua tela)
  • Espionagem pela webcam (ele pode te ver)


Estes são apenas alguns exemplos dos riscos que você pode correr e não são boatos ou lendas. Tudo isto, não só é tecnicamente possível, como já aconteceu.
Consulte este artigo.

II-4 Opções de arranque


Se estas versões forem alteradas, estes "modelos" (ou, pelo menos, alguns) de versões piratas apresentarão modificações em suas opções de arranque. Desta maneira, será impossível encontar a opção de correção do sistema Windows, instalado na inicialização, com um CD do Windows pirata.
O que fazer para corrigir isto, sem ter que reinstalar tudo de novo ?

II-5 Do ponto de vista ético :


Além de todos os motivos citados acima, outro motivo para não utilizar uma versão pirata de um software é a ética. Na verdade, o Windows (como muitos outros softwares) é concebido e comercializado por uma empresa que vive dos lucros gerados pelo seu trabalho. Embora cada vez mais pessoas adotem um comportamento anti-Microsoft (em parte devido ao fato de que a Microsoft faça lucros consideráveis sobre estes produtos e abuse da sua posição de quase monopólio, etc....), o fato de piratear um de seus produtos, não é a solução.

III- A luta anti-hacker Microsoft


IV- Comprei uma versão pirata ou a minha versão Windows é legal mas o WGA diz o contrário


O WGA não é infalível, também comete erros.
Basta entrar em contato com a Microsoft e trocar a versão pirata por uma legal.

V- Existem soluções mais baratas ?


Não é por que você não gosta da marca de um carro "A", que você vai roubar um carro desta marca. Em compensação, nada te impede de comprar um carro de outra marca. Faça exatamente a mesma coisa com o seu sistema operacional !

Tudo isso para dizer que, se você quiser manter o seu computador funcionando direito, caso esteja trabalhando com um software pirata, você pode, é claro, comprar uma licença; mas também, utilizar um sistema operacional alternativo (gratuito, baratinho, depende do que você quer). Distribuições Linux não faltam e algumas (Mandriva, Ubuntu...) são programadas para ajudar o usuário que têm medo de entrar no universo do Linux.

Veja também


Os artigos do Kioskea.net :
Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Estou-usando-uma-versao-pirata-do-windows.pdf

A ver igualmente

Na mesma categoria

I'm using an illegal/pirated copy of Windows!
Por deri58 em 7 de agosto de 2013
Windows - Yo utilizo una versión pirata
Por Carlos-vialfa em 30 de maio de 2008
J'utilise une version piratée de Windows
Por Yoan em 20 de fevereiro de 2006
Utilizzare una versione pirata di windows
Por n00r em 25 de abril de 2009
Artigo original publicado por Yoan. Tradução feita por pintuda.
Este documento, intitulado « Estou usando uma versão pirata do Windows »a partir de Kioskea (pt.kioskea.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.