Kioskea
Recherche

Cientistas mexicanos tentam clonar plantas alterando fatores climáticos

Kioskea quarta 15 de agosto de 2012 - 18:21:54


Plantas crescem perto de uma unidade de bombeamento de águas residuais, na Cidade do México

Cientistas mexicanos tentam clonar plantas alterando fatores climáticos, um avanço científico que representaria uma economia para o setor agrícola mundial de até US$ 7 bilhões.

Cientistas mexicanos tentam clonar plantas alterando fatores climáticos, um avanço científico que representaria uma economia para o setor agrícola mundial de até US$ 7 bilhões, segundo um comunicado divulgado nesta quarta-feira pelo Centro de Pesquisas e Estudos Avançados (Cinvestav).

A geração de plantas idênticas à matriz, capazes de se reproduzir sem sexo, ou seja, de formar sementes sem um macho, não é um processo novo, mas no Cinvestav os especialistas descobriram que o clima poderia possibilitá-lo também.

"Antes se pensava existir um gene mestre que controlava o processo de reprodução assexuada, mas descobrimos que não é assim, pois na verdade o processo está controlado mais do que em nível genético, em nível epigenético, isto é, a partir de mudanças genéticas que a planta têm em resposta ao ambiente em que se encontra", acrescentou o comunicado.

Os cientistas procuram a forma de "combinar variáveis genéticas naturais com mudanças ambientais (fotoperíodo, temperatura, luz, estresse abiótico, sais no solo, metais, etc.), para conseguir induzir em quase qualquer cultivo mecanismos equivalentes à reprodução assexuada sem a necessidade de recorrer a transgênicos".

No momento em que conseguirem, o negócio das empresas "sementeiras" (que vendem transgênicos) seria afetado em benefício dos agricultores, acrescentou o texto.

"Se conseguirmos com que as sementes mantenham suas características genéticas idênticas às da mãe, os agricultores não teriam a necessidade de voltar a comprar, pois poderiam semear, ano após ano, a mesma semente que produzem porque não mudaria geneticamente", prosseguiu.

Para produzir trigo, arroz, milho ou alguma das espécies de hortaliças mais importantes como tomate, brócolis, com garantia de bom rendimento, é preciso adquirir sementes melhoradas com algumas empresas que dominam este mercado no mundo, um negócio que beira os US$ 7 bilhões ao ano, concluiu o comunicado.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário