Kioskea
Pesquisar

Vulcão perturba voos na Nova Zelândia

Kioskea terça 7 de agosto de 2012 - 10:08:50


Vista geral do Monte Tongariro, com o vulcão escondido entre as nuvens

A erupção de um vulcão adormecido há mais de 100 anos perturbou seriamente o tráfego aéreo na Nova Zelândia nesta terça-feira, com dezenas de aviões ficando em terra.

A erupção de um vulcão adormecido há mais de 100 anos perturbou seriamente o tráfego aéreo na Nova Zelândia nesta terça-feira, com dezenas de aviões ficando em terra.

O problema foi provocado pelas cinzas do Tongariro, situado na Ilha Norte, que entrou em erupção por volta da meia-noite (09H00 Brasília de segunda-feira), algo inédito desde 1897, segundo a agência sismológica da Nova Zelândia.

A Defesa Civil informou que a erupção não provocou rios de lava, apenas núvens de cinzas, que chegam a 6 mil metros de altitude.

A suspensão atinge apenas os voos domésticos e as rotas internacionais estão preservadas.

Segundo várias testemunhas no local, que serviu de cenário para o filme "O Senhor dos Aneis", houve explosões de chamas e nuvens de cinzas.

"Havia rochas saindo do vulcão. Pareciam trovões, raios e fogos de artíficio, foi espetacular", declarou um habitante do lugar, David Bennett, citado pela Fairfax Media.

A polícia não informou sobre feridos nem eventuais evacuações, mas pediu aos habitantes que estão sob a nuvem de cinzas que fiquem dentro de suas casas com as portas e as janelas fechadas.

"A proteção civil e outros serviços continuarão vigiando a situação e se acreditarmos que representa riscos significativos, naturalmente faremos tudo que for necessário para assegurar que todos fiquem bem", afirmou o primeiro-ministro John Key.

Os vulcanólogos admitiram que a erupção os surpreendeu porque não houve atividade sísmica antes da erupção.

A Nova Zelândia está situada no chamado "Cinturão de Fogo do Pacífico", uma zona onde entram em contato várias placas tectônicas e que tem uma importante atividade sísmica e vulcânica.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário