Novo protocolo dá mais espaço para internet crescer

Kioskea quarta 6 de junho de 2012 - 18:58:15


A passagem do padrão IP da versão 4 (IPv4) para a 6 (IPv6) ocorreu às 00h01 GMT de quarta-feira

Um novo protocolo de internet que dá à rede global mais espaço para crescer entrou em vigor nesta quarta-feira, uma medida que provavelmente passou despercebida pelos usuários, mas que permite que mais milhões de pessoas e aparelhos possam se conectar à web.

Um novo protocolo de internet que dá à rede global mais espaço para crescer entrou em vigor nesta quarta-feira, uma medida que provavelmente passou despercebida pelos usuários, mas que permite que mais milhões de pessoas e aparelhos possam se conectar à web.

A passagem do padrão IP da versão 4 (IPv4) para a 6 (IPv6) ocorreu às 00h01 GMT de quarta-feira (21h01 de Brasília na terça-feira), uma mudança imperceptível para os milhões de usuários conectados.

O endereço IP é o número atribuído a cada aparelho conectado à internet, que permite identificar o destino do tráfego da web no mundo.

O novo protocolo IPv6 tornará possível a existência de bilhões de endereços ou números IP, superando o limite de 4,3 bilhões que havia até agora.

"Para garantir que a internet continue crescendo e conecte milhões de pessoas e dispositivos em todo o mundo, milhares de companhias e milhões de sites colocaram atualmente em andamento a nova geração do protocolo de internet (IPv6) para seus produtos e serviços", afirmou a Sociedade de Internet (ISOC, da sigla em inglês), uma organização não governamental dedicada ao desenvolvimento global da rede.

"Os participantes no lançamento mundial do IPv6 incluem as quatro páginas mais visitadas do mundo - Google, Facebook, YouTube e Yahoo! - assim como os provedores de roteadores e serviços de internet em mais de 100 países. Ao se somar o novo protocolo IPv6, estas companhias permitem a milhões de usuários finais desfrutar de suas vantagens sem terem que fazer nada", declarou a ISOC.

Considerado um dos fundadores da internet, Vient Cerf, um dos inventores do protocolo e que ostenta o cargo de "chefe evangelista da internet" no Google, afirma que a mudança permite à rede das redes continuar crescendo.

"Quando a internet começou, em 1983, seus criadores nunca sonharam que milhares de milhões de dispositivos e de usuários se conectariam online", afirmou.

"No entanto agora, quase três décadas depois, os mesmos servidores de internet são utilizados por 2,5 bilhões de pessoas e 11 bilhões de dispositivos em todo o mundo. E está acabando o espaço", explicou.

Alguns analistas afirmam que os usuários podem ter contratempos ao utilizar seus velhos equipamentos, porque o "caminho" das páginas que utilizam equipamentos compatíveis pode ser diferente.

Mas Johannes Ullrich, do SANS Technology Institute, afirmou que a transição estava sendo realizada sem problemas.

"No momento não há grandes problemas com a transição para o IPv6", declarou à AFP.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário