Pesquisar

Começa temporada de furacões de 2012 nos Estados Unidos

Kioskea sexta 1 de junho de 2012 - 16:15:51


Imagem do satélite da NOAA mostra a tempestade tropical Bud formando-se no leste do oceano Pacífico, em 24 de maio

A temporada 2012 de furacões no Atlântico começou oficialmente nesta sexta-feira e os meteorologistas americanos preveem que será "menos ativa" do que nos anos anteriores, mas alertaram as comunidades costeiras para que se mantenham vigilantes.

A temporada 2012 de furacões no Atlântico começou oficialmente nesta sexta-feira e os meteorologistas americanos preveem que será "menos ativa" do que nos anos anteriores, mas alertaram as comunidades costeiras para que se mantenham vigilantes.

"A NOAA (sigla em inglês para Agência Nacional Oceânica e Atmosférica) prevê uma temporada menos ativa comparada às dos últimos anos", disse Jane Lubchenco, administrador da NOAA, que rastreia tempestades tropicais e furacões.

"Mas independentemente da previsão, é vital que todos os que vivem ou passam férias em regiões vulneráveis a furacões se preparem", afirmou.

"Este ano tivemos o 20º aniversário do Furacão Andrew", furacão de categoria 5 que devastou o sul da Flórida em agosto de 1992, durante uma temporada iniciada tardiamente e que gerou apenas seis tempestades grandes o suficiente para ganhar nomes.

A NOAA previu entre 9 e 15 tempestades com nomes, com ventos de 62 km/h e afirmou que de quatro a oito provavelmente derivariam em furacões, com ventos de 120 km/h ou mais.

Segundo a agência, entre uma e três tempestades virariam tempestades grandes nas categorias três, quatro ou cinco na escala Saffir-Simpson, de cinco pontos.

Nos últimos 30 anos, uma temporada de furacões média produziu 12 tempestades com nomes, e seis furacões, inclusive três grandes, informou a NOAA.

O meteorologista Gerry Bell, chefe da NOAA, informou que a temporada de 2012 seria menos ativa se o fenômeno climático El Niño se desenvolver no final do verão ou no começo do outono.

A Secretária de Segurança Doméstica, Janet Napolitano, deve falar à imprensa nesta sexta-feira para discutir os preparativos para a próxima temporada de tempestades, que oficialmente dura até 30 de novembro.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário