Kioskea
Pesquisar

Cápsula Dragon se acopla à Estação Espacial Internacional

Kioskea sexta 25 de maio de 2012 - 16:09:27


Neste vídeo da Nasa, a cápsula Dragon, da SpaceX, se acopla à Estação Espacial Internacional

A cápsula Dragon, da empresa americana SpaceX, acoplou-se nesta sexta-feira à Estação Espacial Internacional, um fato sem precedentes para uma nave espacial privada, que poderá revolucionar o transporte espacial.

A cápsula Dragon, da empresa americana SpaceX, acoplou-se nesta sexta-feira à Estação Espacial Internacional, um fato sem precedentes para uma nave espacial privada, que poderá revolucionar o transporte espacial.

A companhia SpaceX, sediada na Califórnia, de propriedade do multimilionário Elon Musk, chegou ao ponto culminante de sua missão, tornando-se a primeira nave de propriedade privada a chegar à estação espacial, e devolvendo aos Estados Unidos a possibilidade de viajar ao laboratório orbital.

"Havia muitas coisas que poderiam ter saído mal e saíram bem", disse Musk a jornalistas, após terminada a manobra de acoplamento.

"É um dia fantástico e acredito que é um grande dia para o país e para o mundo", acrescentou o empresário.

"Isto realmente vai ser reconhecido como um significativo passo histórico nas viagens espaciais, e esperamos que seja o primeiro de muitos mais", emendou.

A cápsula reutilizável, não tripulada nesta ocasião, transporta 521 quilos de provisões para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e tem previsto retornar à Terra com outros 660 quilos de equipamentos científicos em 31 de maio.

"Parece que agarramos um dragão pela cauda", brincou o astronauta americano Don Pettit, que manobrava o braço mecânico da ISS ao agarrar a cápsula da SpaceX às 09h56 (10h56 de Brasília).

O laboratório orbital e a nave espacial estavam 400 km sobre o noroeste da Austrália, informou a Nasa no Centro Espacial Johnson em Houston, Texas (centro-sul).

"A Dragon é capturada pela ISS! Simplesmente incrível", escreveu Musk no Twitter.


Gráfico sobre a fabricante de naves espaciais comerciais SpaceX e a cápsula Dragon Lab, que será lançada no próximo sábado para uma missão na Estação Espacial Internacional.

A companhia SpaceX, sediada na Califórnia, de propriedade do multimilionário Elon Musk, chegou ao ponto culminante de sua missão, tornando-se a primeira nave de propriedade privada a chegar à estação espacial, e devolvendo aos Estados Unidos a possibilidade de viajar ao laboratório orbital.

O sucesso da manobra arrancou aplausos nos centros de controle da ISS, em Houston, e da SpaceX, em Hawthorne, Califórnia (oeste).

O acoplamento foi concluído às 12h02 (13h02 de Brasília), com a chegada da Dragon ao módulo Harmony do laboratório orbital, informou a Nasa.

"Tudo correu muito bem", disse um comentarista da Nasa, acrescentando que a tripulação de seis membros da ISS logo começará a trabalhar para compensar a pressão entre as duas naves.

A abertura da escotilha entre a estação e a Dragon está prevista para as 10h00 GMT (07h00 de Brasília) de sábado, permitindo a descarga e a recarga das provisões nos próximos dias.

A Dragon se desacoplará da ISS em 31 de maio para retornar no mesmo dia à Terra. O pouso está previsto para ocorrer no oceano Pacífico, em frente à costa da Califórnia.

A nave da SpaceX - de propriedade do multimilionário de 40 anos Elon Musk, que fez fortuna quando sua empresa na internet se fundiu com o serviço de pagamentos online PayPal - foi lançada na terça-feira de Cabo Cañaveral, na Flórida (sudeste) a bordo de um foguete Falcon 9.

Até agora, Rússia, Japão e Europa tinham a possibilidade de levar carga à ISS. Os Estados Unidos perderam esta capacidade quando aposentaram sua frota de ônibus espaciais, no ano passado.

O voo de testes foi quase todo perfeito, segundo relatórios da Nasa e da SpaceX, depois que o lançamento marcou, segundo a Nasa, a Casa Branca e funcionários da SpaceX, o começo de uma "nova era" para o transporte espacial.

A missão bem sucedida de acoplagem abre o caminho para um contrato de US$ 1,6 bilhão da SpaceX com a Nasa para abastecer a estação espacial e trazer de volta equipamentos para a Terra nos próximos anos.

Tanto a SpaceX quanto a Nasa comemoraram sua recente associação, embora tenham insistido em que qualquer passo em falso que ocorrer estaria dentro do esperado em missões de teste deste tipo.

A companhia de propriedade de Musk e um punhado de outras empresas privadas receberam um capital inicial da Nasa para desenvolver naves capazes de transportar carga e tripulação para a ISS.

"Estamos no limiar de uma nova era de exploração espacial, no qual as empresas comerciais desempenham um papel muito maior", disse Musk à imprensa antes do lançamento da Dragon, comparando este momento do transporte espacial à expansão da internet em meados dos anos 1990.

A Nasa confia no êxito da SpaceX, pois conta com o setor privado para tomar o lugar das naves e ônibus espaciais - o último deles voou em julho de 2011 -, para começar, já em 2012, a transportar carga e astronautas à ISS com menor custo.

A SpaceX espera que a Dragon possa transportar astronautas à estação orbital em três anos.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário