EUA intervêm em sites da Al-Qaeda para minar propaganda, diz Hillary

Kioskea quinta 24 de maio de 2012 - 12:18:11


Hillary disse que a operação foi realizada pelo novo centro de comunicações estratégicas do departamento de Estado

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, disse que especialistas em guerra cibernética de seu país deram um golpe ao intervir em sites do braço iemenita da Al-Qaeda e mudar a mensagem para prejudicar sua propaganda.

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, disse que especialistas em guerra cibernética de seu país deram um golpe ao intervir em sites do braço iemenita da Al-Qaeda e mudar a mensagem para prejudicar sua propaganda.

Em um discurso em Tampa, Flórida, na noite de quarta-feira, Hillary disse que a operação foi realizada pelo novo centro de comunicações estratégicas do departamento de Estado, que conta com especialistas de inteligência e de outros grupos de defesa.

Uma das equipes, disse, se concentrou em uma campanha de propaganda lançada há duas semanas pelo grupo iemenita da Al-Qaeda baseado na Península Arábica, que "se vangloriava de matar americanos e tentava recrutar novos seguidores" nos principais sites do grupo.

"Em 48 horas, nossa equipe colocou os mesmos sites com versões alteradas dos anúncios que mostravam o número de ataques da Al-Qaeda que eliminaram iemenitas", disse Hillary durante um jantar no Comando de Operações Especiais.

"E podemos dizer que nossos esforços estão começando a ter impacto, porque acompanhamos as manifestações de frustração dos extremistas pedindo aos seus simpatizantes que não acreditassem em tudo o que leem na internet", disse, arrancando aplausos.

© 2012 AFP

Adicionar comentário

Comentários

Adicionar comentário