Modem

Abril 2015

História rápida do modem

O morse foi a primeira codificação a permitir uma comunicação a longa distância. Foi Samuel F.B.Morse que o criou em 1844. Este código é composto por pontos e traços (uma linguagem binária em certa medida…). Permitiu efectuar comunicações muito mais rápidas do que o Pony Express. Naquela época, o intérprete era o homem, era necessário por conseguinte um bom conhecimento do código…

Numerosos códigos foram inventados, incluindo o código de Emile Baudot (levando de resto o nome de código Baudot).

A 10 de Março de 1876, o Dr. Graham Bell cria o telefone, uma invenção revolucionária que permite fazer circular informação vocal em linhas metálicas. Para a anedota, a Câmara dos representantes decidiu que a invenção do telefone cabia a Antonio Meucci. Este último tinha, com efeito, depositado um pedido de patente em 1871, mas não tinha podido financiar esta para além de 1874.

Estas linhas permitiram o desenvolvimento dos telescritores, máquinas que permitem codificar e descodificar caracteres graças ao código Baudot (os caracteres eram então codificados em 5 bits, havia por conseguinte 32 caracteres, unicamente…).

Nos anos 60, o código ASCII (American Standard Code for Information Interchange) é adoptado como padrão. Permite a codificação de caracteres de 8 bits, ou seja, 256 caracteres possíveis.

Graças às técnicas de digitalização e de modulação aparecidas por volta de 1962, bem como o desenvolvimento dos computadores e das comunicações, a transferência de dados via modem nasce…

Princípio do modem

O modem é o periférico utilizado para transferir informações entre vários computadores (2, inicialmente) através das linhas telefónicas. Os computadores funcionam de maneira digital, utilizam a linguagem binária (uma série de zeros e uns), mas os modens são analógicos. Os sinais digitais passam de um valor a outro, não há meio, , é tudo ou nada (um ou zero). O analógico, em contrapartida, não evolui “passo a passo”, cobre todos os valores. assim pode ter … 1.0 e todos os valores intermédios.

Um piano, por exemplo, funciona mais ou menos de maneira “numérica” porque não há “passos” entre as notas. Um violino, em contrapartida, pode modular as suas notas para passar por todas as frequências possíveis.


Um computador funciona como um piano, um modem como um violino. O modem converte em analógico a informação binária que provém do computador. Envia seguidamente este novo código para linha telefónica. Podemos então ouvir barulhos esquisito se aumentar o som que provém do modem. Assim, o modem modula as informações numéricas em ondas analógicas; no sentido oposto, transcreve novamente os dados sob forma analógica em dados numéricos.
É por isso que modem é o acrónimo de Modulador/Desmodulador.

O modem

A conexão pela linha telefónica

Uma linha telefónica é concebida para funcionar com um telefone, é por isso que um modem tem necessidade de estabelecer uma comunicação com um computador distante graças a um número de telefone antes de poder trocar informações. Chama-se protocolo à linguagem utilizada pelos computadores para comunicar entre eles. Os dois protocolos mais utilizados são :

Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Modem.pdf

A ver igualmente


Modem
Modem
Módem
Módem
Modem
Modem
Modem
Modem
Modem
Modem
Este documento, intitulado « Modem »a partir de Kioskea (pt.kioskea.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.