Kioskea
Recherche

O sistema de arquivos

Fevereiro 2015

O que é um sistema de arquivos?

Os discos rígidos, por muito pequenos que sejam, contêm milhões de bits, é necessário por isso organizar os dados a fim de poder localizar as informações, é o objetivo do sistema de arquivos. Um disco rigido é constituído por várias bandejas circulares que giram em redor de um eixo. As pistas (zonas concêntricas escritas de um lado e doutro de uma bandeja) estão divididas em quartos chamados "sectores" (com uma dimensão de 512 bytes). A formatação lógica de um disco permite criar um sistema de arquivos no disco, oque vai permitir a um sistema operacional (DOS, Windows 9x, UNIX, …) utilizar o espaço no disco para armazenar e utilizar arquivos. O sistema de arquivos baseia-se na gestão dos clusters (em português “unidade de subsídio”), ou seja, a mais pequena unidade de disco que o sistema operacional é capaz de gerir.

Um cluster é constituído por um ou vários sectores, assim quanto maior é um cluster, menos entidades sistema operacional terá de gerir…
Por outro lado, já que um sistema operacional sabe gerir apenas unidades de subsídio inteiras, o que quer dizer que um arquivo ocupa um número inteiro de cluster, o desperdício é ainda maior se houver sectores por cluster. Compreende-se então a importância da escolha do sistema de arquivos.

Sistema de arquivos e sistema operacional

Na realidade, a escolha do sistema de arquivos faz-se em primeiro lugar, de acordo com o sistema operacional que utiliza. Geralmente, quanto mais recente é o sistema operacional, maior será o número de sistemas de arquivos suportados . Assim, sob DOS e nas primeiras versões do Windows 95, o FAT16 é um imperativo.

A partir do Windows 95 OSR2, pode escolher entre os sistemas de arquivos FAT16 e FAT32. Se por acaso a dimensão da partição for superior a 2Go, o sistema de arquivo FAT é excluído, deve por conseguinte utilizar o sistema FAT32 (ou alterar a dimensão da partição).


Abaixo deste limite, o FAT16 é recomendado para partições de uma capacidade inferior a 500Mo, noutro caso, a utilização de FAT32 é preferível.

No caso do Windows NT (até à versão 4) pode escolher entre o sistema FAT16 e NTFS, em contrapartida este não suporta o FAT32. Geralmente, o sistema NTFS é aconselhado porque oferece uma segurança maior, bem como desempenhos acrescidos em relação ao FAT. A Microsoft recomenda com efeito utilizar uma pequena partição (compreendida entre 250 e 500Mo) de tipo FAT para o sistema de exploração, para poder começar a partir de uma disquete DOS de arranque em caso de problema, e conservar os dados numa segunda partição para armazenar os seus dados.

Sob Windows NT5 o leque aumenta, dado que aceita partições de tipo FAT16, FAT32 e NTFS. Uma vez mais, o sistema de arquivos mais recentes (NTFS 5) é aconselhado, dado que oferece mais funcionalidades do que os sistemas FAT. Pelas mesmas razões que as anteriores, pode contudo optar por uma partição de tipo FAT.


Sistema operacionalTipos de sistema de arquivos suportados
DosFAT16
Windows 95FAT16
Windows 95 OSR2FAT16, FAT32
Windows 98FAT16, FAT32
Windows NT4FAT, NTFS (version 4)
Windows 2000/XPFAT, FAT16, FAT32, NTFS (versions 4 et 5)
LinuxExt2, Ext3, ReiserFS, Linux Swap(, FAT16, FAT32, NTFS)
MacOSHFS (Hierarchical File System), MFS (Macintosh File System)
OS/2HPFS (High Performance File System)
SGI IRIXXFS
FreeBSD, OpenBSDUFS (Unix File System)
Sun SolarisUFS (Unix File System)
IBM AIXJFS (Journaled File System)

A coabitação de vários sistemas de arquivos

Quando vários sistemas operacionais que coabitam numa mesma máquina, o problema da escolha do sistema de arquivos é o pior. Com efeito, o sistema de arquivos está estreitamente ligado ao sistema operacional, assim quando há vários sistemas operacionais, é necessário escolher para cada um deles o sistema operacional tendo em conta o facto de que é possível que tenha de aceder a dados a partir uns dos outros. Uma primeira solução consiste em utilizar partições FAT para todos os sistemas, tendo o cuidado de não utilizar só partições de uma dimensão inferior a 2Go. A solução mais adaptada é utilizar para cada um dos sistemas uma partição à qual o sistema de ficheiros é adaptado, e de dedicar uma partição em FAT16 aos dados dedicados a serem partilhados pelos diferentes sistemas operacionais.

Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
O-sistema-de-arquivos.pdf

A ver igualmente


The file system
The file system
El sistema de archivos
El sistema de archivos
Das Dateisystem
Das Dateisystem
Le système de fichiers
Le système de fichiers
Il file system
Il file system
Este documento, intitulado « O sistema de arquivos »a partir de Kioskea (pt.kioskea.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.