Pesquisar

Introdução ao HTML

Março 2015

Apresentação do HTML


O HTML ("HyperText Mark-Up Language") é uma linguagem dita "de marcação" (de "estruturação" ou "balizagem") cujo papel é formalizar a escrita de um documento com balizas (ou marcas) de formatação. As balizas permitem indicar a forma como deve ser apresentado o documento e as ligações que estabelece com outros documentos.

A linguagem HTML permite nomeadamente a leitura de documentos na Internet/contents/268-internet a partir de máquinas diferentes, graças ao protocole HTTP, permitindo aceder através da rede a documentos localizados por um endereço único, chamado URL.

Chama-se World Wide Web (notado WWW) ou simplesmente Web (palavra inglesa que significa "tela") à "tela virtual" formada pelos diferentes documentos (chamados "páginas web") ligadas entre elas por hiperligações.

As páginas web são organizadas geralmente em redor de uma página de acolhimento, desempenhando um papel central na navegação com a ajuda das ligações hipertexto. Este conjunto coerente de páginas web vinculadas por relações hipertexto e articuladas em redor de uma página de acolhimento comum chama-se site web.

O Web é assim um enorme arquivo vivo composto de uma miríade de sites web que propõem páginas web que podem conter texto formatado, imagens, sons, vídeo, etc.

O princípio do Web


O web é composto de páginas web armazenadas em servidores web, quer dizer, máquinas ligadas à Internet permanentemente e encarregues de fornecer as páginas web pedidas. Cada uma das páginas web e, mais genericamente, qualquer recurso em linha (imagem, vídeo, música, animação, etc.), é localizada por um endereço único chamado URL.

O elemento chave para a navegação nas páginas web é o navegador (em inglês browser, isto é, o software cliente capaz de interrogar os servidores web, de explorar os seus resultados e de pôr em página as informações graças às instruções contidas na página HTML.

Entre os principais navegadores utilizados na Internet, citamos nomeadamente os seguintes :


O HTML é um standard


É importante compreender que a linguagem HTML é um standard, quer dizer que se trata de recomendações publicadas por um consórcio internacional : o World Wide Web Consortium <gras>(W3C).

As especificações oficiais do HTML descrevem por conseguinte "as instruções" HTML mas em nenhum caso a sua aplicação, quer dizer, a sua tradução em programas de computador, para permitir a consulta de páginas web independentemente do sistema de exploração ou da arquitectura do computador.


Contudo, por mais definidas que sejam as especificações são, existe sempre uma margem de interpretação por parte dos navegadores, o que explica que uma mesma página web possa afixar-se diferentemente de um navegador Internet para outro.

Além disso, acontece às vezes que certos editores de software acrescentem instruções HTML proprietários, quer dizer, não fazendo parte das especificações do W3C. Assim, páginas web que contêm este tipo de instrução poderão ser afixadas perfeitamente num navegador e serão total ou parcialmente ilegíveis noutros, daí a necessidade de criar páginas web que respeitem as recomendações do W3C para permitir a sua consulta por um maior número de pessoas.

Versões da linguagem HTML


A linguagem HTML foi criada por Tim Berners-Lee, então investigador no CERN, a partir de 1989. Este anunciou oficialmente a criação do web na Usenet em Agosto de 1991. No entanto, apenas a partir de 1993 se pode considerar o estado do HTML suficientemente avançado para se poder falar de linguagem (o HTML é então simbolicaente baptizado HTML 1.0). O navegador Internet utilizada na época chamava-se NCSA Mosaïc.

O RFC 1866, datado de Novembro de 1995, representa a primeira versão oficial do HTML, quer dizer, o HTML 2.0.

Após o breve aparecimento de um HTML 3.0, que nunca viu oficialmente o dia, o HTML 3.2 tornou-se no standard oficial a 14 de Janeiro de 1997. Os contributos mais notáveis do HTML 3.2 eram a normalização dos quadros bem como um grande número de elementos de apresentação.

A 18 de Dezembro de 1997, o HTML 4.0 foi publicado. A versão 4.0 da linguagem HTML estandardiza nomeadamente as folhas de estilo e os quadros (frames). A versão HTML 4.01, aparecida a 24 de Dezembro de 1999, traz algumas modificações menores ao HTML 4.0.

Mais informações


Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Introducao-ao-html.pdf

A ver igualmente


Introduction to HTML
Introduction to HTML
Introducción a HTML
Introducción a HTML
Einführung in HTML
Einführung in HTML
HTML - Langage
HTML - Langage
Introduzione all'HTML
Introduzione all'HTML
Este documento, intitulado « Introdução ao HTML »a partir de Kioskea (pt.kioskea.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.